o olho do pug pode cair

O Olho do Pug Pode Cair?

Está se perguntando se o olho do Pug pode cair?

Conhecer as possíveis doenças e cuidados essenciais com os olhos do Pug é imprescindível para responder essa questão.

É muito importante que você conheça todas as enfermidades que podem atingir o seu pet, a fim de garantir a prevenção e o cuidado com sua saúde.

Dessa forma, acompanhe o nosso artigo de hoje e descubra, de uma vez por todas, se o olho do Pug pode cair.

 

Quais doenças podem afetar os olhos do Pug?

Todos os cães, independente de qual seja a sua raça, apresentam pré-disposição para doenças oculares. No caso do Pug, podemos destacar as seguintes enfermidades, como as mais comuns:

  • Proptose traumática: Esta doença caracteriza-se pelo deslocamento, de forma súbita, do globo ocular para fora da sua órbita normal.
  • Dry Eye: Como o próprio nome já diz, é quando o olho do seu Pug passa a apresentar secura constante, devido à diminuição da produção de lágrimas. Como consequência, o seu pet pode desenvolver problemas como conjuntivite, úlcera córnea e, em casos mais graves, perder a visão.
  • Úlcera córnea: Esta doença se caracteriza pela perfuração da córnea, que pode ser causada tanto por traumas físicos quanto por traumas químicos.
  • Entrópio: Pode ser congênita ou adquirida, quando há uma má-formação que causa reviramento da pálpebra para dentro, provocando irritações e graves inflamações.
  • Catarata: Doença caracterizada pela opacidade da “lente natural” dos olhos (o cristalino), proporcionando uma visão embaçada e, até mesmo, levando a cegueira.

Em suma, estas são as doenças oculares mais comuns nos cães da raça Pug.

 

Como saber se o meu Pug está com doenças oculares?

Conhecer as doenças oculares que podem afetar o seu Pug é o primeiro passo para garantir a sua saúde.

Mas, como reconhecer que o seu pet está sofrendo com alguma doença nos olhos?

Para isso, atente-se aos sinais:

  • Comportamentos estranhos;
  • Seu Pug anda encostando-se às paredes;
  • Esbarra nas paredes e nos móveis;
  • Fica muito tempo de olhos fechados;
  • Coça os olhos frequentemente;
  • Lacrimeja muito;
  • Há alteração na cor dos seus olhos;
  • Secreção nos olhos; entre outros fatores.

Lembre-se: sempre que perceber qualquer alteração física/comportamental, procure o seu veterinário de confiança!

 

Que cuidados ter com os olhos do Pug?

Não existe uma forma comprovada de prevenção de doenças oculares. Porém, é possível que você amenize os riscos mantendo a higiene do seu cãozinho sempre em dia.

Para isso, basta limpar com uma gaze embebida em soro fisiológico, suavemente e sem esfregar, pelo menos duas vezes na semana.

E, obviamente, mantenha a rotina de visitas ao veterinário sempre em dia!

Caso o seu Pug desenvolva alguma doença ocular, quanto antes for diagnosticada, mais rapidamente e precisamente poderá ser curada. Evitando assim, problemas mais graves como a cegueira.

 

O olho do Pug pode cair?

Não! Apesar de o olho do Pug estar “saltado” em sua face, o mesmo não apresenta risco de cair. O único alerta que você deve considerar é a pré-disposição que a raça apresenta para desenvolver doenças oculares.

Dessa forma, sempre que notar alguma alteração no comportamento do seu cãozinho, não hesite em buscar ajuda!

Pois sabemos que não é verdade que o olho do Pug pode cair, mas certamente o mesmo precisa de atenção especial quanto a sua saúde ocular.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *