golden retriever

Golden Retriever – Aprenda Tudo Sobre Essa Raça

 

Por possuir um excelente faro, o Golden Retriever é um caçador nato. Muitos confundem com a raça do cão Labrador, por possuírem características físicas semelhantes.

É como se o Golden Retriever fosse um Labrador “mais peludo”.

Conhecido por ser extremamente dócil, esta raça canina tende a ser adotada principalmente por quem tem crianças em casa e/ou vive em apartamento (descubra quais são as melhores raças para apartamento).

Porém, eles até podem ser calmos dentro de casa, mas quando sentirem necessidade de descarregar, suas energias farão isso com excelência.

Se você pretende adotar um cão desta raça, mas ainda tem dúvidas, então confira o guia a seguir!

 

Origem

Foi no fim do século XIX, no Reino Unido, que tivemos o primeiro Golden Retriever. Esta raça tem sua origem a partir do cruzamento entre um macho Retriever e uma fêmea Tweed Water Spaniel (atualmente extinta).

Entretanto, foi apenas em 1911, na Inglaterra, que Golden Retriever foi oficialmente reconhecido como uma raça distinta das demais.

Inicialmente, a raça era vista apenas como de cães caçadores e de busca. Pois, diferente dos outros cachorros, demonstravam capacidade de avançar em matas densas, nadar com facilidade e fazer resgates.

Em um primeiro momento, foram nomeados como “Retriever – Amarelo ou Dourado”, o que mais tarde mudou, recebendo o atual nome: Golden Retriever.

 

Características

golden retriever

 

Um cachorro adulto, da raça Golden Retriever, pode ter em média entre 51 a 61 cm de altura, chegando a pesar entre 25 a 32 kg.

Lembrando que, animais desta raça que apresentam um peso muito superior da média podem caracterizar obesidade, necessitando de uma atenção nutricional maior.

É um cão super ativo e inteligente (leia o ranking com as raças mais inteligentes do mundo). Sua capacidade de aprender é destaque entre os demais.

É por este motivo que geralmente os cães guia são desta raça, uma vez que sua aprendizagem acontece de uma maneira mais “fácil”, tranquila e rápida.

As cores não possuem uma grande variância, apenas deslizam entre o dourado e o amarelo, com diferentes tonalidades, mas nada de muito relevante, a diferença não é tão perceptível.

 

Personalidade

São super carinhosos e dóceis, o que demandam um “adestramento” de maneira mais gentil, pois com carinho e atenção apresentam melhores resultados.

Apesar de ser uma excelente pedida para quem tem criança em casa, não devemos esquecer que a raça é de grande porte, e que em meio às brincadeiras este cão pode machucar uma criança muito pequena, podendo “atropelá-la”, sem a intenção de feri-la.

Adaptam-se facilmente com outros cães, situações diferentes e pessoas estranhas. Porém, obviamente, tudo depende dos cuidados que seus donos têm, além dos “descendentes”.

Quando há cruzamentos irresponsáveis, podem “misturar” personalidades que irão interferir no comportamento do cão, tornando-os excessivamente tímidos e “com medo do novo”, podendo acarretar ao ataque a desconhecidos.

             

Cuidados

Os Golden Retriever demandam bastante tempo dos donos, pois necessitam de passeios e atividades físicas diárias.

Por serem super obedientes, respondem ao adestramento de maneira satisfatória, porém, perdem o foco facilmente, por serem agitados e curiosos. Assim, vale manter a calma e apresentar os exercícios com amor e tranqüilidade.

Adoram agradar os seus donos, característica que enfatiza a importância do amor no momento em que se ensina um Golden Retriever.

O banho e a tosa devem ser feitos regularmente, por possuírem um pelo longo, que necessita de higiene e cuidados mais cautelosos que os cães de pelos curtos.

O ideal é que o banho seja de, no mínimo, quinze em quinze dias, e sua tosa seja feita no mínimo uma vez ao mês.

Além disso, a escovação dos pelos deve ser diária, para remover os que estiverem solto, evitando um acúmulo de pelos e nós.

Assim como com qualquer raça, a sociabilidade deve ser “ensinada” desde pequeno. Por mais que os Golden Retriever apresentem um bom comportamento ao lado de outros cães e pessoas, se o mesmo nunca tiver contato – quando pequeno – com estes “estranhos”, poderão apresentar comportamentos tímidos, de medo e até um pouco agressivos quando vivenciarem isso somente na vida adulta.

Para manter a saúde mental em dia, aconselham-se treinamentos que visem à busca, caça, entre outros desafios. Estimulando o raciocínio desses cães, mantendo sua inteligência sempre em dia.

Garanta a saúde bocal do animal escovando seus dentes pelo menos três vezes por semana, evitando assim o acúmulo de tártaro.

 

Nutrição

No que diz respeito à nutrição desta raça, devemos nos atentar ao seu grande porte. Desta maneira, há uma necessidade nutricional maior que de outros cães.

O ideal é que você sirva ração seca de alta qualidade (aprenda a escolher a melhor ração para o seu cachorro), em duas refeições por dia. Podendo, no total, dispor diariamente no máximo três a quatro xícaras cheias de ração.

Procure não dispor muito mais comida que o recomendado, pois estes cães tendem a comer demasiadamente, podendo acarretar em obesidade e assim, proporcionar outros problemas de saúde.

 

Saúde

A raça Golden Retriever apresenta pré-disposição a doenças como a catarata, atrofia progressiva da retina, displasia do cotovelo e displasia da anca.

Sugere-se que exames do quadril, cotovelos e olhos sejam feitos regularmente, garantindo que, no caso de diagnósticos para as doenças citadas, o tratamento ocorra o quanto antes, garantindo o êxito nos resultados esperados.

 

Investimento

O investimento para adquirir um cão desta raça pode variar. Encontramos no mercado a partir de R$1.200,00 a R$4.500,00.

Sabemos que este investimento irá além das questões financeiras de compra, uma vez que a “manutenção” destes cães possa ser um pouco mais cara.

Sua frequente necessidade de visita ao PetShop é um exemplo dos valores mais elevados.

 

Curiosidades

Se você não pára em casa, tem uma rotina agitada e precisará deixar seu Golden Retriever sozinho, não aconselhamos esta raça.

Por sentirem facilmente os efeitos da solidão, estes cães podem “destruir” coisas dentro de casa, na tentativa de se manterem entretidos, como por exemplo, cavando e mordendo o que não devia.

O período anual em que mais soltam pelos é a primavera e o outono. Por isso é aconselhável a escovação diária, principalmente nestas estações.

Se você tem mania de limpeza, é pouco sociável e não gosta de barulho/bagunça, esta raça está extremamente proibida de morar em sua casa.

São super delicados quando pegam algo na boca, podendo carregar até dois ovos crus sem quebrá-los.

 

A Raça Companheira

Se você está em busca de um melhor amigo que seja companheiro tanto para a “bagunça” como para uma tarde no sofá, com certeza o Golden Retriever suprirá este seu desejo!

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *